Notícias

Copergás e setor sucroalcooleiro debatem a produção do biogás e do biometano

O presidente da Copergás, André Campos, participou, na última segunda-feira (31/01), de discussão promovida pelo Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Pernambuco – Sindaçúcar-PE sobre a produção de biogás e de biometano a partir da vinhaça (subproduto industrial da transformação da cana-de-açúcar em álcool). “A Copergás tem todo interesse nessa parceria com o Sindaçúcar, com o setor que é um segmento importante no Estado”, afirmou André.

Segundo o presidente, a Copergás planeja avançar no uso do biometano. “Porque é um combustível verde e interessante para a nossa Companhia que vem batendo recordes. Se a parceria der certo, as usinas passam a ser o quarto fornecedor. Já temos a Petrobras, a New Fortress, que atende Petrolina e Garanhuns, e iniciamos também o fornecimento com a Shell”, argumentou André, que esteve no Sindaçúcar com o assistente da Diretoria Técnico Comercial, Fabio Morgado.

De acordo com o presidente do Sindaçúcar e da Associação de Produtores de Açúcar, Etanol e Bioenergia (NovaBio), Renato Cunha, o objetivo do setor, nesse primeiro momento, é ordenar a oferta do biometano. “Vai ser tentado criar um modelo de negócios para a gente integrar a cadeia de biogás, biometano.”

O encontro também contou com as presenças do deputado federal Augusto Coutinho, do presidente da Datagro, Plínio Nastari; do presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), Roberto Abreu e Lima; do presidente do Grupo EQM, Eduardo de Queiroz Monteiro; do diretor da cooperativa e usina Agrocan, Gerson Carneiro Leão, e do diretor da Usina São José, Frederico Petribu Vilaça.