Notícias

Biometano é destaque em seminário apoiado pela Copergás

O diretor Técnico-Comercial da Copergás, Roberto Zanella, participou de mesa-redonda no seminário “Gás: o combustível da transição energética”, realizado terça-feira (19) na Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe). Ele destacou os projetos de expansão da Companhia, com obras na Região Metropolitana do Recife e no interior, e o incentivo à criação de um mercado do biometano no Estado. “Este ano lançamos uma Chamada Pública para aquisição do biometano e estamos preparados para absorver e estimular a demanda deste mercado”, afirmou Zanella.

A Chamada Pública da Copergás marca para 1º de janeiro de 2024 o início do suprimento, com prazo de contratação de 10 anos com a empresa vencedora. O volume mínimo estipulado pela Companhia para o fornecimento é de 3 mil m³/dia. Produzido a partir de resíduos orgânicos, como os da cana de açúcar e de aterro sanitário, o combustível é menos poluente e 100% renovável.

Os demais participantes da mesa-redonda com Zanella foram o presidente do Sindicato da Indústria e do Álcool (Sindaçúcar), Renato Cunha, que elogiou o incentivo da Copergás à produção do biometano; a gerente-executiva da Associação Brasileira do Biogás (ABiogás), e o CEO da Datagro Consultoria, Plínio Nastari. O vice-presidente da Fiepe, Anísio Coelho, participou como mediador do debate.

Descarbonização

O seminário foi promovido pelo site Movimento Econômico, em parceria com a Fiepe e apoio da Copergás. A programação constou de mesas-redondas e palestras. Um dos palestrantes foi o presidente da Cegás (Companhia de Gás do Ceará) e do Conselho de Administração da Abegás, Hugo Figueirêdo, que falou sobre o uso do biometano no Ceará – onde o combustível é distribuído desde 2018.  “O biometano é um combustível completamente alinhado com a descarbonização. Representa ainda segurança energética e previsibilidade de preços”, disse ele.

Participaram do evento também o presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape, Roberto Gusmão; o presidente executivo da Abegás, Augusto Salomon, e o presidente da Fiepe, Ricardo Essinger, entre outros.

Pular para o conteúdo