Notícias

Copergás e colaboradores juntos em maratona internacional

No último domingo (24) foi realizada a XI Maratona Internacional Maurício de Nassau, onde colaboradores da CJUR, CLCO, COMUN, CPLA, GADS, GCVI, GDIS, GERE, GETI, GFIN, PRE, QSMS e SEGE participaram. O evento, que é tradicional no estado, contemplou trajetos de 5 km, 10 km, 21 km e 42 km que tinham início no Cais do Apolo, localizado no Bairro do Recife. A corrida foi patrocinada pela Copergás, que sorteou inscrições entre os colaboradores.

João Eulino, analista da GETI, foi o único a correr os 42 km: “Está é a segunda vez que participo de uma maratona. Não estava me preparando, mas com o incentivo da Copergás de sortear kits, resolvi tentar. O percurso foi desafiador, pois não bastou a temperatura 10°C mais quente, em comparação a anterior que fiz, também tinha os viadutos, que eram outro obstáculo”.

Os trajetos de 5 km e 10 km proporcionaram aos participantes paisagens do Recife Antigo. Já os percursos de 21 km e 42 km  levaram os corredores de zona norte a sul, passando por pontes e via mangue. A equipe de Copergás contou com: Adriano Brandao (GDIS), Alexandre Leal (GADS), Ana Karenne Dantas (CLCO), Ayro Santos (CJUR), Bernardo Ribeiro (CPLA), Bruno Santos Assunção (GDIS), David Aragão (QSMS), Eduardo Reis (CLCO), Eliab Silva (GDIS), Felipe Souza (GETI), Felipe Valença (PRE), Francisco Nunes (GFIN), Henrique Melo (GADS), Juliana Nery (GERH), Marco Antonio Oliveira (GCVI), Mucianne Vasconcelos (terceirizada), Rafael Gerson (GDIS), Renata Damásio(QSMS), Rafaela Nascimento (GDIS), Ronaldo Silva (SEGE), Sergio Correia (GADS), Tiago Levi (COMUN), Thiago Castro (QSMS), Tulio Viana (QSMS), Wanderson Costa (GERE) e William Silva (GDIS).

A Copergás valoriza o incentivo ao esporte, pois vê na prática uma ferramenta fundamental de inclusão social e de melhoria de vida. Patrocinar os eventos esportivos não só reforça a ideia de que fazer exercícios faz bem para saúde como impacta positivamente na vida do colaborador, seus familiares e na comunidade. “Encontrar os colegas de trabalho durante o percurso correndo e incentivando foi um ‘gás’ a mais para terminar a prova. Ver todos juntos como uma equipe foi fundamental e com toda certeza traz a sinergia para o ambiente de trabalho”, finalizou João Eulino.

Pular para o conteúdo