Notícias

Copergás vai investir R$ 30 milhões

A Companhia Pernambucana de Gás (Copergás) fechou o orçamento de 2010 com planos de investimento em expansão de sua rede de gás natural para o mercado residencial. Pela estimativa da empresa, serão aplicados no ano que vem R$ 30 milhões. Os recursos serão canalizados principalmente para o mercado residencial do Grande Recife, encarado pela companhia como mercado de varejo. “Hoje, nossa rede chega até o Shopping Guararapes (Piedade, Jaboatão dos Guararapes). Nosso plano é chegar até o Paiva (Cabo de Santo Agostinho)”, salientou o presidente da Copergás, Aldo Guedes.
Segundo ele, há três anos quando assumiu a direção da empresa, a Copergás possuía 270 clientes residenciais, chagando hoje a 4.000. “Temos um potencial de mercado de 60 mil consumidores residenciais”, declarou. A rede da Copergás só atende condomínios e edifícios verticais e pode ser instalada em qualquer prédio, inclusive os antigos, sendo que a infraestrutura necessária para o fornecimento do gás natural é feita pela própria companhia. Quem tiver interesse pode entrar em contato com a Copergás. Pelos números da empresa, a utilização de gás natural como fonte energética pode gerar uma economia de até 40% com despesa de energia, já que o gás tanto pode ser utilizado como combustível de fogão como gerador de energia térmica para chuveiros, ferros de passar e ar-condicionado.
Pela estimativa de seus executivos, a Copergás deve fechar o ano com um faturamento bruto de R$ 440 milhões e lucro líquido de R$ 40 milhões. Ainda faltam os números de dezembro para o resultado consolidado. Os números mostram um resultado inferior ao registrado no ano passado. “Conseguimos, no entanto, voltar aos resultados da época pré-crise financeira”, disse Guedes, referindo-se à retomada da indústria. No ano de 2008 a Copergás fechou o movimento com um faturamento de R$ 440 milhões e um lucro 25% maior, de R$ 50 milhões.
NOVA
A diretoria da Copergás convidou a imprensa para conhecer a nova sede e marca da empresa. A estatal passa a funcionar no número 533 da Avenida Mascarenhas de Morais, na Imbiribeira, num edifício alugado onde funcionou a seguradora Sul América. O contrato é de 10 anos, com mensalidade de R$ 35 mil. “Pensamos em comprar o edifício, mas preferimos não imobilizar o capital com a compra de uma sede”, salientou. O endereço não foi a única mudança. A logomarca da empresa foi trocada por um círculo estilizado em forma de Sol, na cor vermelha, e o nome com nova tipografia na cor azul.
Jornal do Commercio – Economia – 12/12/2009