Notícias

Música clássica com apoio da Copergás

                Música clássica será o som predominante nas cidades de Recife e Olinda, de hoje (13) até este domingo (19) com a realização do XIII Virtuosi – Festival Internacional de Música de Pernambuco, com toda programação gratuita. O evento, que tem patrocínio da Copergás, este ano é dedicado ao maestro e violinista Cussy de Almeida e ao trombonista Radegundis Feitosa, falecidos este ano. 
                Em Recife as apresentações acontecem no Teatro de Santa Isabel, já em Olinda, serão no convento de São Francisco, local da abertura do festival com a New Classic Ensemble Vienna, que tocará Bach, Haydn e Mozart. A edição deste ano conta com grandes nomes internacionais, entre eles, o violinista russo, Ilya Gringolts, o pianista filipino Victor Asuncion, a soprano brasileira Gabriella Pace e o grupo canadense The Penderecki String Quartet.
                No Teatro de Santa Isabel, a programação reúne o ciclo de Sonatas de Beethoven para violino e sonatas e peças dos compositores Schumman e Schubert, interpretados pela soprano Gabriella Pace acompanhada do pianista Victor Asuncion. Também no Santa Isabel acontece a apresentação do Réquiem para um Trombone, peça inédita do paraibano Eli-Eli Moura, pela Orquestra Virtuosi, sob regência do maestro Rafael Garcia e participação do Madrigal da UFPB (Universidade Federal da Paraíba), Gabriella Pace e do trombonista alemão Fredric Belli.
               Em homenagem aos 200 anos de nascimento de Franz Liszt haverá um recital do pianista francês Olivier Moulin, interpretando Impromptu, Funérailles, Totentanz. Consta ainda na programação do festival o quarteto de cordas dinamarquês Arild kvartetten que vai apresentar o Quarteto Nº 8 de Shostakovich. Uma das noites será voltada para composições de Dvorak, Prokofiev e Tchaikowsky pelo violino do russo Ilya Gringolts acompanhado do pianista ucraniano Peter Laul. O jovem Mattheus Soucek, de Vienna, encerrará o XIII Virtuosi interpretando, no piano, obras de Schubert, Beethoven, Rachmaninov e Scriabin.
               Para o presidente da Copergás, Aldo Guedes, “O crescimento que o Estado vem vivenciando também passa pelas artes e a Copergás, como empresa que prioriza o bem-estar da sociedade, busca sempre contribuir para que mais ações neste sentido aportem em Pernambuco”.  
Fonte: Assessoria de Comunicação